Lugar de Inexistência (2017)

 

 

é uma série de fotoperformances, registros de performances e fotografias contemporâneas realizados por Jessica Lemos, na cidade de Cândido Sales, interior da Bahia. A artista em parceria com performers da região, produziu essa serie fotográfica buscando apresentar a relação do corpo com o lugar fotografado. Neste caso, um espaço abandonado, nas estruturas de uma construção que seria um teatro e que nunca foi concluída. Diante desse lugar inexistente, os artistas em performance para câmera exibiram seus corpos, suas memórias e partes de suas identidades expressas e materializadas naquele local.